Informações

Como é o exame?

Existe uma variedade de procedimentos de medicina nuclear, mas elas seguem 3 passos principais: administração do traçador, obtenção de imagens e análise das imagens.

Os traçadores geralmente são injetados na veia , mas também podem ser inalados ou ingeridos por via oral.

São extremamente raros os efeitos colaterais ou reações alérgicas.

Depois de administrado o traçador, você poderá ser solicitado (a) a aguardar por um certo tempo antes de se iniciar a obtenção das imagens, que pode variar de poucas horas a alguns dias, dependendo do tipo de exame.

Na fase de obtenção das imagens, você será posicionado na câmara de cintilação, que será colocada o mais o mais próximo possível da região do corpo a ser examinada. Você pode respirar normalmente durante o exame, mas deve permanecer imóvel durante o estudo. Quando o exame estiver completo, o médico especialista em medicina nuclear vai examinar as imagens e elaborar um laudo para seu médico.

Para que serve?

Apesar de a principal função da medicina ser para fins de diagnósticos, ela também apresenta aplicações terapêuticas para certas doenças, como por exemplo, hipertireóidismo, câncer de tireóide, doença de Plummer e dor óssea.

A medicina nuclear é um método seguro, indolor e de baixo custo, que fornece informações que outros métodos não apresentam.

Um aspécto único da medicina nuclear é sua sensibilidade elevada para detectar alterações na função de um determinado órgão. Os exames da medicina nuclear são mais sensiveis para detecção de doenças do que a maioria dos outros exames de diagnósticos, pois identificam as alterações muito antes de o problema se tornar aparente.

E após o Exame?

Você estará apto a reassumir suas atividades diárias normais.